Galak (1970)

Grandes clássicos Nestlé existem desde gerações passadas. Um exemplo é o caso do Galak.

Reparem na embalagem que existiu até os anos 80. Não no logotipo, pois a Nestlé se reestilizou, mas todos os chocolates eram embrulhados por um papel e por dentro um papel alumínio. Eu sempre colocava como desafio para mim mesmo tirar o papel alumínio amassando-o o menos possível. Sim, quando criança um chocolate não era só um doce, mas sim uma diversão em todos os aspectos.

Uma coisa lamentável que me faz ser saudosista ao extremo é o tamanho do chocolate. Embora nessa gravura não esteja especificado o peso em gramas, lembro que na década de 80 ele ainda era bem maior do que hoje. Aliás, todos os chocolates eram. Reparem a grossura desse chocolate da foto.

Graças à maquiagem de produtos, hoje o que vemos são embalagens toscas e com muita poluição visual, com pesos vergonhosos que não passam de 30g. E as informações nutricionais no verso fazem você se sentir um criminoso por comer chocolate. Ou você alia “bons hábitos de saúde” e “alimentação balanceada”  àquele tabletinho ou você vai virar um gordo pançudo. Dá a impressão que a empresa diminuiu o tamanho de seus produtos pensando em nosso bem-estar. Só uma coisa aumentou de tamanho: o preço. E esse independe do tamanho da embalagem.

Não é a toa que tudo o que postamos aqui evoca verdadeiras nostalgias em nossa mente. Tudo parecia melhor e mais bem-feito…

Publicado em Mickey 209 – Março/1970 – NCr$ 0,80

Anúncios

3 comentários sobre “Galak (1970)

  1. Fabiano Caldeira. agosto 11, 2012 / 2:34 pm

    Acontece que essa poluição visual nas embalagens não é a empresa que quer e, sim, normas que foram aprovadas sei lá aonde e que valem a nível nacional. Pra que servem? Dizem que é para informar o consumidor. Na minha opinião, é pura bobagem!

    O tamanho também mudou. Uma pena, mas é isso aÍ! Fica a lembrança e propagandas como essa daí, para registrar o fato de que um dia tivemos mais produto e menos poluição de boas maneiras em suas embalagens.

    • Flavinho Junior agosto 11, 2012 / 2:41 pm

      Fabiano, você está 100% correto. Mas quando eu escrevi a respeito da poluição visual, acredite-me: Pensei no próprio logotipo do produto. Antes tínhamos simplesmente o nome do chocolate estilizado. Hoje, ele vem como que mergulhado no leite, espirrando-o, cercado de raios azuis e outras figuras de fundo. Para quem olha de longe só se vê borrões. Acho que isso é uma tendência geral, não há mais embalagens “clean” no mercado. Até o Bubbaloo é super carregado de cores e riscos.

      • Fabiano Caldeira. agosto 26, 2012 / 3:21 pm

        Verdade e não sei pra que esse tipo de coisa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s