Mesa para futebol de botões Coluna (1978)

Mesa para futebol de botões COLUNA
Mesa para futebol de botões COLUNA

Eu tive o “campo”, mas não a mesa… quando eu queria jogar, tinha apoiar o “campo” na mesa da cozinha mesmo. Ou seja, as partidas tinham que ser disputadas no intervalo entre as refeições.

Na era pré-Playstation, o futebol de botão era o máximo no sentido de uma disputa em “3D”. Era uma delícia colecionar dezenas de times de todas as divisões do futebol, com suas cores vivas e o adesivo do distintivo do time em cima.

Alguns botões, principalmente os mais baratos, tinham rebarbas, que deviam ser devidamente lixadas antes de serem usados no jogo. A qualidade da palheta também fazia uma grande diferença na jogabilidade.

Quem mais jogou futebol de botão?

Publicado em Mônica 97 (Ed. Abril) – Maio/1978 – Cr$ 8,00

Nescau (1973)

Nescau

Havia um tempo onde as coisas eram mais simples (e, consequentemente os brindes também).

Havia um tempo em que alguns produtos tinham mais sabor (e, consequentemente a vida também). Assim era o Brasil no início dos anos 70.

Publicado em Almanaque Disney nº 26- Julho de 1973 – Cr$ 2,50
Texto e imagem fornecidos pelo amigo Silvio Elizei.

Danoninho (1979)

danoninho Confesso que essa propaganda me deixou com vergonha alheia. Mas antes, a parte boa: Reparem que haviam disponíveis no mínimo 5 sabores de Danoninho: Morango, Abacaxi, Pera, Banana, Ameixa e “reticências” (dando a entender que ocasionalmente lançavam-se sabores novos).

Outra coisa que me dá saudade é a fórmula antiga do Danoninho. Não sei o porquê, mas toda vez que eu vejo escrito nos rótulos “nova fórmula” sinto que estão matando uma parte da minha infância. Não me recordo de NENHUMA ocasião onde eu tenha degustado um produto com “nova fórmula” e ter dito em seguida: “Uau, agora sim atingiram a perfeição.” Com o Danoninho não foi diferente.

Terceira curiosidade: Reparem a tabela nutricional. Me traz à mente o antigo jingle do comercial de televisão: “Lipídios, glicídeos, protídeos, cálcio, ferro, fósforo e Vitamina A. Me dá mais saúde, mais inteligência, me dá Danoninho, Danoninho já. Me dá.”  (http://youtu.be/8aQtO58JP_M)  Enquanto crianças, não sabíamos o que era nenhuma dessas coisas, mas já tínhamos a certeza que eram necessárias para ficar fortes e inteligentes. Campanha genial!

Agora… a parte da vergonha alheia. O incentivo das propagandas eram sempre para reaproveitar as embalagens de Danoninho. Existem algumas com instruções para se montar um foguete, uma caravela…. mas essa máscara de carnaval aqui está assustadora! Gente,  olhem a figura do canto inferior direito… É feio demais. Hehehe

Ah, outra observação: Com certeza a turma do politicamente correto também baniria, nos nossos dias, o incentivo para que a criança usasse tesoura com ponta e alfinete. Acho que até eu furaria meu dedo ao tentar fazer isso.

E então,  o que acham? Teriam coragem de usar “a fantasia mais gozada que a turma já viu?”

Publicado em Cebolinha n. 73 (Editora Abril), fevereiro de 1979 – Cr$ 9,00

Phebo Turma da Mônica (1978)

Já se foram uns bons (e infelizmente muitos) anos em que usava meu Shampoo da Mônica para tomar meu demorado banho daqueles em que ficava até o dedo enrugar (se a Sabesp soubesse…).

Agora não uso mais um shampoo que não irrita os olhos. Tenho que usar um anti-caspa com cheiro de adulto. A vida sempre sempre em frente, o que se há de fazer?

Publicado em Mônica número 92- Outubro de 1978- Cr$9,00

Monica 102- Cr$9,00 outubro 1978

Feliz Dia das Crianças!!! (1975 e 1983)

mascaraangelica

Manhã de 12 de outubro e no prédio onde eu moro reina o silêncio!!
Isso pode significar 3 coisas!
1 – As crianças estão na missa agradecendo aos presentes que ganharam.
B – Estão lavando a louça do café da manhã.
3 – Todas elas ganharam vídeo games ou tablets da Xuxa, Galinha Pintadinha e/ou derivados.
Geralmente é nessa parte do texto que viramos na esquina da saudade e nos lembramos de como era bom e gostoso o nosso tempo e como as crianças de hoje não tem tanta sorte.
Que tal irmos por um caminho diferente hoje?
Proponho voltarmos a ser crianças por 5 ou 10 minutos (se alguém precisar de mais tempo ou quiser ficar mais = Sem problemas)!
Lembram daquele querer louco e completamente sem maldade que que nos tomava sempre que um amigo aparecia com um Comandos em Ação novo ou quando nossa amiga aparecia com a mais nova variação da Barbie?
Peguem essa sensação e respondam o seguinte:

Qual presente que as crianças de hoje em dia tem e que você gostaria de ter ganhado quando você ainda era criança?!?!
Não se acanhem! Podem abrir os seus corações!!

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!!!

Publicado em O Pato Donald 1246 – Cr$ 1,50 – Set/75 e O Incrível Hulk 3 – Cr$ 290,00 – Set/83

Neston (1972)

20140614_160702

A melhor parte de “trabalhar” no Propagandas são as lembranças que acabo revivendo e que nem sabia que ainda as tinha!

O conto desse domingo é sobre futebol.

Aula de educação física na época do colégio era sempre a mesma coisa! Eu era sempre um dos últimos a ser escolhido para os times de futebol. Eu corria bastante, mas não conseguia desenvolver meu talento futebolístico porque meus coleguinhas simplesmente não me passavam a bola!
Tudo iria mudar (ou quase) num torneio entre classes que aconteceu na 8º série!! Com um pouco de confiança e muito saco cheio dessa situação resolvi que não seria mais o último a ser escolhido!! Me reuni com meus colegas últimos, penúltimos e similares e resolvemos montar um time! Poderíamos não ir muito além dos primeiros jogos, mas não passaríamos mais pelo embaraçoso processo de seleção/ exclusão!
A partir daí já fomos batizados de OS PERDEDORES!

Talvez vocês não acreditem, mas esse time acabou chegando às quartas de final do torneio!
Uma mistura de muita sorte, um juiz extremamente parcial e algumas bicudas nos levaram até esse glorioso momento!
E assim teve início a minha meteórica carreira nos “futis” de fim de tarde!!

Moral da história?!?! (Afinal, todo bom conto sempre tem um ensinamento.)

1 – Se estiver com dúvida sobre o que fazer ponha a bola pra frente, faça uma cara de louco e dê uma bela de uma bicuda!! Isso vale pra qualquer situação.

2 – Dois copos cheios de vitamina batida com Neston era o segredo para o meu alto desempenho!

Publicado em O Pato Donald 1084 – Cr$ 0,70 – Ago/72