Tênis All Star (1987)

tenis-all-star-propaganda-antiga

Uma propaganda minimalista por aqui, coisa que só um produto desejado e de marca forte pode fazer. Ou seria falta de verba para pagar uma agência?

O tênis All Star era o máximo nos anos 80. Apesar da cartela de cores disponíveis (ver no rodapé do anúncio), eles acertaram em cheio em usar a foto do tênis vermelho de cano alto – um clássico.

Publicado em Mickey no. 447 ano 1987 Cz$ 12,00

Anúncios

Super Jeep Brutus (1987)

caminhao-brutus-bandeirante

Propaganda para meninos, naquela época não tinha essa de menina pedir para brincar com carrinho, jeep, caminhão ou carros gigantes.

O Super Jeep Brutus não tinha pilha, mas vinha com o mecanismo de fricção, que contava muitos pontos.

Feito pela Brinquedos Bandeirante.

Publicado em Mickey no. 447 ano 1987 Cz$ 12,00

Baby Pônei (1987)

baby-ponei-estrela

Que tiro foi esse? A Brinquedos Estrela mandou muito bem com essa variação da família Meu Querido Pônei. Uniu a febre dos pôneis com o instinto de cuidar de bebês.

Os Baby Pôneis – Asinha do Céu, Bola de Neve e Algodão Doce – ainda acompanhavam acessórios, brinquedos, fralda, mamadeira e até berço.

Lembro muito bem de ter sido atingida na época 🙂

Publicado em Mickey no. 452 ano 1987 Cz$ 12,50

Salgadinho Cheestop e Douradinho (1987)

salgadinho-cheestop

Saudades desses salgadinhos tipo isopor! Feitos pela Tip Top Alimentos (não é a mesma empresa dos calçados ou roupas de bebê), tinha o Cheestop de queijo para competir com o Cheetos e o Douradinho, de milho, que era uma espécie de Fandangos.

Irresistíveis!

Publicado em Mickey no. 454, ano 1987, Cz$ 14,00

Poneilândia Meu Querido Pônei (1987)

poneilandia-estrela

Meu Querido Pônei fez tanto sucesso nos anos 80 quanto os unicórnios fazem agora. Para aproveitar a onda, além dos bonecos de várias cores e tamanhos, foram lançados cenários e complementos, como a Poneilândia. Era uma mistura de casa com estábulo que vinha com obstáculos e troféus e medalhas. Tudo para os pôneis de estimação!

Publicado em Mickey no. 454, ano 1987, Cz$ 14,00

Cadernos Melhoramentos (1983)

cadernos-melhoramentos

Os clássicos cadernos de escola, de brochura. Naquela época era assim, a maioria dos cadernos eram folhas dobradas ao meio, com dois grampos para segurar, uma capa de papel ilustrada e um espaço para anotar o nome e a matéria.

Os cadernos de capa dura foram chegando aos poucos e eram muito chiques. Espiral também.

Eu adoraria esses cadernos do Sítio do Pica Pau Amarelo da Cadernos Melhoramentos, mas na minha escola as capas eram sempre de surf e natureza, uma decepção.

De qualquer maneira, tínhamos que encapar com plástico quadriculado para não amassar ou estragar. Essa era a tarefa do começo do ano que as crianças – e os pais – menos gostavam.

Publicado em Pato Donald, no. 1636, ano 1983, Cr$ 110

 

Figurinhas do Snoopy (1983)

snoopy-album-figurinhas

Copa do Mundo sempre traz de volta a paixão pelos álbuns de figurinhas, coleções, trocas de repetidas, disputa pelos números faltantes…

Em 1983, a mania era colecionar as figurinhas do Snoopy.

O legal dessa propaganda é o registro da capa do álbum, mas também do visual do envelope das figurinhas – que na época eram de papel.

Publicado em Pato Donald, no. 1636, ano 1983, Cr$ 110