Lojas Arapuã e Arapuinha (1987)

lojas-arapua-arapuinha

Quem se lembra deste personagem, o Arapuinha?

Ele era o mascote das Lojas Arapuã e foi criado especialmente para tirinhas curtas e promocionais em gibis.

Nota: adorava quando as margens dos gibis eram de outra cor, azul então…

Publicado em Mickey (Editora Abril), número 457, 1987, Cz$ 18,00

Anúncios

Mochila de Ursinho de pelúcia (1987)

mochila-urso-anos-80

Esta mochila no formato de ursinho de pelúcia foi uma febre nas escolas nos anos 80. Todo mundo queria ter uma. Não devia ser muito prática para carregar livros e material escolar porque era muito pequena e não aguentaria tanto peso.

Mas veja bem… a “Ursinho Mochila Beabá” era antialérgia, lavável e de pelúcia!

Feita pela Kriterium, uma confecção que ficava na rua da Glória, no bairro da Liberdade, em SP. Lembrei da Imaginarium…

Publicado em Chico Bento (Editora Abril), número 8, 1987, Cz$ 7,00

Stickers 3M da Turma da Mônica (1987)

turma-monica-stickers-3m

Nos últimos 6 meses da faculdade publicidade, participei de um processo seletivo para trabalhar na fábrica 3M em Campinas como trainee. Era o meu sonho trabalhar na área de marketing de uma empresa tão legal, inovadora e criativa.

Será que essa vontade surgiu nos anos 80, lendo gibis?Eu adorava escrever cartas e decorar minha agenda. Devo ter pirado quando vi essa propaganda da 3M, da linha de adesivos e stickers decorados com personagens da Turma da Mônica.

 

E sobre o processo seletivo, apesar de ter chegado até a fase final, acabei não sendo a escolhida. Confesso que fiquei muito muito muito frustada na época, mas hoje sinceramente acho ótimo que não tenha dado certo.

Publicado em Chico Bento (Editora Abril), número 8, 1987, Cz$ 7,00

Mini-carro Bugatti (1989)

mini-carro-bugatti-anos-80

Quando este mini-carro da Bugatti foi inventado, eu tinha 14 anos. Ainda lia gibi, mas já era grandinha para querer um desses. Era uma réplica do Bugatti Super Sport, um dos primeiros modelos de carro de corrida.

A propaganda diz: peça um Bugatti Star 5 Jr para o papai… Imagina a criança sem noção apenas obedecendo. Coitado do pai! Nem imagino quanto deveria custar.

Publicado em Mônica (Editora Abril), número 32, 1989, NCz$ 2,00

 

Toddy em formato diferenciado (1983)

ja-tomou-toddy-hoje-gibi

Esta é uma propaganda de formato diferenciado. Ao invés da clássica página inteira, o Toddy resolveu inovar em 1983 e fez sua comunicação ao público infantil usando as margens do gibi. Isso mesmo, as margens de respiro dos quadrinhos!

Lembro que na época até isso era uma diversão. Eu já reparava no canudo listradinho e achava o máximo que este acompanhava a altura da página.

Outros anunciantes usavam este recurso, principalmente a Faber Castell com propaganda de lápis preto ou lápis de cor. Mas isso fica para um próximo post!

Publicado em Peninha (Editora Abril), número 30, 1983, Cr$ 170.

Malinha da Turma da Mônica (1989)

turma-monica-malas-mochilas-ika

Quem se lembra destas malinhas, mochilas, bolsas e lancheiras da Turma da Mônica?

Eram do fim dos anos 80, para a época uma super tecnologia, porque tinham estampas “complexas” e cores raras, como rosa e verde limão.

Eram fabricadas pela IKA (Irmãos Knoplholz SA) de Curitiba, no Paraná.

Os gibis da Mônica sempre tinham propagandas de produtos licenciados que faziam a gente sonhar…

Uma curiosidade: a revistinha é no formato vertical, mas o anúncio foi publicado na horizontal, provavelmente para aproveitar uma foto nesta orientação feita para catálogo.

Anúncio publicado em Mônica (Editora Abril), número 32, 1989, NCz$ 2,00

Monareta da Monark (1966)

monareta
Monareta 67 Mirim

Texto do nosso leitor e colaborador Silvio Elizei:

Imagine direcionar uma propaganda extensa como essa nos dias de hoje para uma geração que já nasceu imersa na tecnologia e na preguiça. A grande maioria acostumada com uma sedutora foto e um magnético slogan estilo “pá-pum” sequer se daria ao trabalho de ler o “loooongo” texto; os poucos que fizessem isso cairiam na gargalhada com as gírias e a mensagem inocente (isso depois que o Grande Oráculo conhecido como Google lhes revelassem o que raios afinal significa um pônei), mas se identificariam com a impactante mensagem final: “exija do papai”, mas, óbvio, não uma bicicleta, quer dizer, bike e sim um Playstation 4, quer dizer, 5, afinal ,pra que fazer exercício se é mais cômodo (e seguro) ficar trancafiado em prisão domicili…quer dizer no conforto do lar?

Em tempo: o Pelé andava de bicicl…quer dizer, bike? Claro que não! Achas que ele ia abrir mão da luxuosa Aerowillys? O glorioso nome do atleta do século XX vendia até bife pra vegetariano, quer dizer, vegano… Não tem conversa, meu chapa (não?!imagina se tivesse…), quer dizer, demorou,parça, é nóis!

Em tempo: O texto da propaganda diz (com a acentuação original e tudo): “A turma dos mais velhos adorou. Agora, é a vez da turminha barra limpa. A sua vez, amiguinho. É a onda máxima, mora! Diga ao Papai que êle não precisa comprar bicicleta todo ano. Um único tamanho de Monareta serve para muitos e muitos anos. Mostre quanta economia (êle entende disso). Diga à Mamãe que pedalar na Monareta é um exercício legal para você se desenvolver mais depressa e ganhar saúde. Mamãe vai aprovar! E olhe: Monareta tem selim “Mustang” igual a uma sela de verdade, para que você sinta a emoção de cavalgar um pônei. E ainda: Mini-rodas, baixinhas e bem macias (com rodinhas auxiliares, p’ra aprender a andar). Não tem conversa, meu chapa: êste ano o presente é Monareta. Exija-a do Papai!

Publicado em Almanaque Tio Patinhas 16 – Ed. Abril – Novembro/1966 – Cr$ 500