Multisuco polivitamínico (1970)

multisuco-vitaminas-1970

Antes dos sucos de caixinha Tetrapak, nossas mães compravam suco de pozinho para misturar com água, tipo Tang e Kisuco.

O diferencial do Multisuco eram as vitaminas adicionadas. Em ano de Copa do México (1970), o tema desta propaganda era o futebol – qual menino que não gostaria de jogar como um craque no seu campinho?

Publicada em Pato Donald – ano XX – no. 956 – 1970 – NCr$ 0,40

Bola Rivelino Trol (1970)

bola rivelino trol

Propaganda de um tempo em que o Chaves, o Quico e as crianças nos terrenos baldios diziam: “Eu quero ser o Luís Pereira (ou o Rivelino)”.

Quanto será que a Trol pagou para o Rivelino por esse anúncio e o uso da imagem dele? Imagino que tenha sido valores próximos aos ganhos atualmente por Neymar, Lucas e companhia?

E será também que algum dia os jogadores voltarão a usar bigode? O último que me lembro foi o Valdir (Bigode). O futebol já não é mais o mesmo…

Publicado em Mickey – Fevereiro de 1970- NCr$0,80

Galak (1970)

galak

Podem me chamar de conservador, retrógrado, ultrapassado ou qualquer coisa do gênero, mas sinto falta da ingenuidade de uma propaganda como essa.

Ah… as crianças correndo ao lado de vaquinhas, a menina tapando os olhos do garoto, as expressões felizes em tempos pré-computadores… Epa… Peraí… será que virei um boco-moco?

Alguém chegou a conhecer o Galak com essa embalagem? Achei a embalagem uma brasa!!!

O anúncio é singelo e bonito, só que convenhamos… um galak com frutas cristalizadas deve ser ruim a beça!!! Daí não tem nostalgia que resista…hehehe

Publicado em Mickey número 208- Fevereiro de 1970- Preço da edição NCr$0,80

Q-refres-ko (1970)

Q-refres-ko (1970)

Brincar de bola na rua e chegar em casa todo suado, feliz da vida. Para matar a sede, a mamãe preparava este que era um divertido suquinho: “Q-refres-ko”.

Meu preferido era sempre o vermelho, sabor Groselha, e no envelope vinha bem destacado “Faz 10 Copos”.

Imagina a felicidade instantânea que era abrir um desses, e beber de uma vez, até ficar satisfeito.
Bons tempos…

Publicado em Zé Carioca nº 949 – 13/01/1970 – NCr$ 0,40

Toddy (1970)

Colocar propaganda de Toddy e Nescau no nosso rol é como tirar aquela figurinha de jogador do álbum da Copa do Mundo que todos os seus amigos tem pelo menos 10 repetidas de cada. Ninguém aguenta mais ver a cara do tal jogador. Certo? Errado!

Uma coisa não se pode negar. Os nossos achocolatados favoritos (falando do Toddy, que é o nosso destaque) com certeza já foi o achocolatado favorito do seu pai, da sua mãe, ou quem sabe dos seus avós.

Com certeza um dos produtos mais clássicos que ainda existem nas prateleiras e que pelo jeito permanecerá até que seus filhos possam apreciá-los também!

A única coisa que nunca fiz foi o que a propaganda pedia: Tomar gelado. Para isso eu comprava as edições “prontas”, líquidas.

E você? Prefere gelado, quente, ou tem um estilo próprio para preparar o seu?

Publicado em Mickey 209 – Março/1970 – NCr$ 0,80