Coleção Moranguinho (1983)

colecao-moranguinho-estrela-1983

Propaganda que lançou a Coleção Moranguinho em 1983 pela Brinquedos Estrela no Brasil.

As bonequinhas que vinham com cheirinho de fruta. Eram quatro opções: Moranguinho. Uvinha, Limãozinho e Laranjinha.

Foi a sensação do ano e de muito tempo!

Publicado em Peninha número 15 – 1983 – Preço da Edição Cr$ 120

Anúncios

Chocolate Puck (1983)

Puck
Chocolate Puck (1983)

Texto do nosso leitor e colaborador Silvio Elizei:

Os mais antigos se lembrarão (com profunda saudade gustativa) de um tempo em que, salvo exceções como Dizioli, Danúbio e Chocolates Natal, os chocolates não tinham esse modernoso gosto de vela e textura quebradiça.

Se lembrarão também que existia um leque maior de opções: Tobler, Chocolate Mirabel, Prink, Sönksen, Evelyn, Saturno, Milktex e outras que ou sucumbiram ou foram vorazmente incorporadas. Éramos felizes e sabíamos.

Publicado em Cascão 25 – Ed. Abril – Julho/1983 – Cr$ 140

Icepop (1983)

icepop
Icepop (1983)

 

Ice Pop é o sorvete mais… epa! Seu mente suja! Estamos num blog de família. E para seu governo, o “gozado” dos anos 80 nada mais era do que algo muito engraçado!

E o que tinha de engraçado nele (ou gozado)?  Bem, digamos que nessa época ainda não existiam, com a popularidade que existem hoje, os geladinhos… ou sacolés, chup-chups, não importa como chamem. Se você quisesse um sorvete, tinha que ir até a padaria. Comprar um “sorvete”, mesmo que hoje conheçamos como geladinho, para gelar em seu freezer ou congelador doméstico era algo incrível!

E acertou quem disse que o Ice Pop foi o pai do Icegurt, vendido hoje pelos “tios” na rua com o carrinho e uniforme azul e rosa com o sininho de bicicleta! É praticamente a mesma coisa. Mas talvez não com o mesmo charme.

E acreditem, o Ice Pop ainda é produzido, agora pela empresa BN Mascarenhas, com sede na Bahia! Com licença que eu estou indo logo ali comprar um pacote….

icepop (1)

Publicado em Mônica 155 – Ed. Abril – Março/1983 – Cr$ 200

 

Mirabel X Recreio?!?! (1983)

Mirabel X Recreio?!?!
Image
Dúvida cruel de recreios passados!!
Se esse dilema me assombrasse hoje, eu o resolveria da seguinte forma: Um pacotinho de Recreio de chocolate + um pacotinho de Mirabel de limão + um toddynho = Felicidade plena!

Publicado em Mickey 369 – Cr$ 220 – Jun/83

Cuequinha Mickey (1983)

Cuequinha Mickey (1983)

Os anos 80 traziam uma liberdade de expressão incontida, e por toda parte víamos anúncios que hoje seriam considerados “politicamente incorretos”.

Mas, o que temos aqui nesta propaganda, nada mais é do que a demonstração de um produto da forma mais natural possível.

O mundo evoluiu bastante nas últimas décadas, mas não tornou-se necessariamente um lugar melhor. Afinal de contas, restringir a liberdade da propaganda não vai fazer dos cidadãos pessoas melhores.

Nascemos, crescemos e nos tornamos adultos mentalmente saudáveis, usufruindo de liberdade criativa e principalmente: liberdade de escolha.

As novas gerações devem pensar e refletir sobre o rumo que as pequenas censuras podem levar, antes que se tornem grandes demais. Não deixem que tirem de vocês o poder de escolher e discernir por si próprios, o que melhor lhes convém.

Publicado no Almanaque Donald Contra Gastão nº 2 – nov-1983 – Cr$ 380

Tostines Recreio (1983)

Tostines Recreio

Uma propaganda de Tostines Recreio de 1977 já foi postada em nosso blog:https://propagandasdegibi.wordpress.com/2012/09/16/recreio-tostines-1977/

Encontramos uma de 1983 e notamos o seguinte: Os 5 sabores continuavam os mesmos. O tamanho da embalagem também.

Infelizmente, a maquiagem de produtos é coisa que existe de uns 15 anos para cá. Hoje as bolachas wafer são tão finas que esfarelam na mão.Em 1983 ainda não existia nem mesmo o famoso slogan de Tostines: “Vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais?” Nostalgia mode on. Chega até a dar saudade da escola…
Publicado em Batman nº 67 – Março de 1983 – Editora Ebal – Cr$ 150,00