Coleção Bozo Brinquedos Estrela (1981)

bozo-brinquedos-estrela-colecao

Bozo, Bozinho, Bozoca nariz de pipoca…

O lançamento do Bozo no SBT (ou TVS na época) foi uma sensação entre a garotada.

O palhaço amigão fez tanto sucesso na época que acabou virando uma coleção dos Brinquedos Estrela: calhambeque, bola, quebra-cabeças e até um patotinha – aqueles brinquedos movidos a corda!

A propósito… Alguém aqui assistiu “Bingo – o Rei das Manhãs“? É uma cinebiografia do Arlindo Barreto, um dos interpretes de Bozo no Brasil – filme lançado em 2017.

Publicado em Cebolinha no. 106 ano 1981 CR$ 70

Nescau – Bolas Grátis (1966)

Pato Donald 766_QP_32

Juntar rótulos e enviar por carta para trocar por prêmios! Quem nunca? Nas décadas de 80 e 90 isso era muito comum (este que vos escreve fazia isso com toda promoção que encontrava) mas pelo jeito a prática vem de décadas antes!

Nescau sempre foi um dos campeões nesse tipo de promoção. Bora juntar 10 rótulos?

Publicado em Pato Donald 766 – 12/07/1966 – Cr$ 150

Viagem para a Disneylandia (1971)

revell-varig-disneylandia-1971

O sonho de qualquer criança era viajar para a Disneylândia, que ainda não era chamada de Disney.

A Revell, que é uma fabricante de brinquedos de modelismo (aeromodelismo e plastimodelismo em geral) resolveu premiar as crianças em 1971 com este super presente. Outros prêmios do concurso eram TV portátil Philips, toca-discos em alta fidelidade, gravador portátil com mini k7, rádio portátil artilheiro e, claro, kits de aviões para pintar e montar. A viagem era pela Varig e a participação por carta!

Publicado em Tio Patinhas número 73 – 1971

Brinquedos de Yakult

Upcycling é um termo atual para quem faz reaproveitamento de embalagens ou dá nova vida a produtos que tinham outras funções.

Nos anos 70 e 80 não havia muita abundância. Nem de brinquedos e nem de materiais. Então naturalmente as pessoas aproveitavam mais tudo que sobrava ou seria descartado.

Em casa e nas escolinhas, as embalagens de descartáveis como Danoninho e Yakult eram um paraíso para a criatividade.

Esta propaganda pegou carona no que as pessoas faziam espontaneamente e deu mais ideias de como criar brinquedos com as embalagens de Yakult. Só faltou o clássico chocalho, que era um dos instrumentos da classe nas aulas de música.

(sem nome e ano da publicação do gibi)

Monareta da Monark (1966)

monareta
Monareta 67 Mirim

Texto do nosso leitor e colaborador Silvio Elizei:

Imagine direcionar uma propaganda extensa como essa nos dias de hoje para uma geração que já nasceu imersa na tecnologia e na preguiça. A grande maioria acostumada com uma sedutora foto e um magnético slogan estilo “pá-pum” sequer se daria ao trabalho de ler o “loooongo” texto; os poucos que fizessem isso cairiam na gargalhada com as gírias e a mensagem inocente (isso depois que o Grande Oráculo conhecido como Google lhes revelassem o que raios afinal significa um pônei), mas se identificariam com a impactante mensagem final: “exija do papai”, mas, óbvio, não uma bicicleta, quer dizer, bike e sim um Playstation 4, quer dizer, 5, afinal ,pra que fazer exercício se é mais cômodo (e seguro) ficar trancafiado em prisão domicili…quer dizer no conforto do lar?

Em tempo: o Pelé andava de bicicl…quer dizer, bike? Claro que não! Achas que ele ia abrir mão da luxuosa Aerowillys? O glorioso nome do atleta do século XX vendia até bife pra vegetariano, quer dizer, vegano… Não tem conversa, meu chapa (não?!imagina se tivesse…), quer dizer, demorou,parça, é nóis!

Em tempo: O texto da propaganda diz (com a acentuação original e tudo): “A turma dos mais velhos adorou. Agora, é a vez da turminha barra limpa. A sua vez, amiguinho. É a onda máxima, mora! Diga ao Papai que êle não precisa comprar bicicleta todo ano. Um único tamanho de Monareta serve para muitos e muitos anos. Mostre quanta economia (êle entende disso). Diga à Mamãe que pedalar na Monareta é um exercício legal para você se desenvolver mais depressa e ganhar saúde. Mamãe vai aprovar! E olhe: Monareta tem selim “Mustang” igual a uma sela de verdade, para que você sinta a emoção de cavalgar um pônei. E ainda: Mini-rodas, baixinhas e bem macias (com rodinhas auxiliares, p’ra aprender a andar). Não tem conversa, meu chapa: êste ano o presente é Monareta. Exija-a do Papai!

Publicado em Almanaque Tio Patinhas 16 – Ed. Abril – Novembro/1966 – Cr$ 500