Chocolate Puck (1983)

Puck
Chocolate Puck (1983)

Texto do nosso leitor e colaborador Silvio Elizei:

Os mais antigos se lembrarão (com profunda saudade gustativa) de um tempo em que, salvo exceções como Dizioli, Danúbio e Chocolates Natal, os chocolates não tinham esse modernoso gosto de vela e textura quebradiça.

Se lembrarão também que existia um leque maior de opções: Tobler, Chocolate Mirabel, Prink, Sönksen, Evelyn, Saturno, Milktex e outras que ou sucumbiram ou foram vorazmente incorporadas. Éramos felizes e sabíamos.

Publicado em Cascão 25 – Ed. Abril – Julho/1983 – Cr$ 140

Anúncios

Baton (1988)

baton
Bayon (1988)

Essa propaganda era daquelas que ocupavam o último quadrinho da página. Geralmente a historinha que possuía esse tipo de inserção tinham outros 3 no mesmo estilo, que somados, completavam uma página inteira.

Acho que era uma maneira de o anunciante pagar mais barato. Ao invés de uma página inteira, 4 anunciantes diferentes pagavam por uma tirinha.

Fato é: Alguém mais tem saudades do Baton antigo? Ou é exagero meu achar que todos os chocolates dos anos 80 eram melhores do que os de hoje?

Publicado em Mickey 470 – Ed. Abril – Novembro/1988 – Cz$ 290,00

Galak (1970)

galak

Podem me chamar de conservador, retrógrado, ultrapassado ou qualquer coisa do gênero, mas sinto falta da ingenuidade de uma propaganda como essa.

Ah… as crianças correndo ao lado de vaquinhas, a menina tapando os olhos do garoto, as expressões felizes em tempos pré-computadores… Epa… Peraí… será que virei um boco-moco?

Alguém chegou a conhecer o Galak com essa embalagem? Achei a embalagem uma brasa!!!

O anúncio é singelo e bonito, só que convenhamos… um galak com frutas cristalizadas deve ser ruim a beça!!! Daí não tem nostalgia que resista…hehehe

Publicado em Mickey número 208- Fevereiro de 1970- Preço da edição NCr$0,80

Bis Lacta (1963)

 

propaganda_lacta

Que saudade do tempo que um Bis Lacta era garantia de “estar bem alimentado!”

Saudade do tempo que ele era bem mais espesso do que era hoje. E ainda assim, vendido a um preço mais justo.

Só resta a dúvida: Será que nessa época o chocolate era vendido em caixas com 20 unidades ou avulsos? A propaganda não faz menção a respeito.

Publicado em Mickey 126 – Abril/1963 – Cr$ 40,00

Galak (1968)

Galak frutas cristalizadas

A propaganda traz a embalagem antiga do Galak que poucas pessoas devem conhecer. Um adorável retrô que ainda habita as prateleiras dos supermercados.

Alguém sabia que no passado havia Galak com frutas cristalizadas? Essas pragas (ou delícias, de acordo com o ponto de vista) não invadiram apenas os panetones.

Mas talvez fosse gostoso. A garota do anúncio parece ter aprovado.

Publicada em Nick Holmes n° 46 1968

*Contribuição do nosso amigo Marco Antônio Silva

Chocolate Falchi (1961)

Ze Carioca 525- nov 1961- Cr$20,00

 

Bons tempos em que um jogo de futebol valia metade da fortuna do Tio Patinhas.

Para alivio do querido sovina, todo o time do Huguinho, Zeznho e Luizinho comeu o tablete Donald da Chocolate Falchi e venceu a partida!!! Hurrah!!!

Será que a moedinha número 1 também estava em jogo?

Publicado em Zé Carioca (O Pato Donald apresenta) número 525- Novembro de 1961- Preço da edição Cr$20,00

PS: O loirinho do anúncio é o Flachito, um mascote da empresa que já apareceu neste blog em outra propaganda do Chocolate Falchi (veja aqui)

Kinder Ovo (1995)

 

Quando lançado em 1994 o Kinder Ovo foi um grande sucesso entre as crianças com a combinação “chocolate-brinquedo-surpresa”.

O chocolate em si tinha muita gente que amava e muita gente que odiava. Era um sabor diferente do que nossos paladares estavam acostumados. Mas o grande diferencial mesmo era o brinquedo surpresa e as coleções.

Saudades das coleções de duendes, leõezinhos, navios de miniatura, tartarugas, hipopótamos, fantasminhas, etc, etc, etc.

Publicado em Cebolinha número 108- Dezembro de 1995- Preço da edição R$1,50