Turma da Mônica e a Estrelinha Mágica (1988)

estrelinha mágica

Ok, admito… sou filho dos anos 80!

A maravilha tecnológica que sonhava era o pré-histórico Pense Bem, tive discos de vinil, joguei muito Enduro no Atari, sei o que é New Wave e torci para a estrelinha mágica voltar para o céu.

O filme era tão bom que chegou a rivalizar com os dos Trapalhões na minha memória afetiva. Ai meus cabelos brancos!!!

Publicado em Chico Bento número 49- Dezembro de 1988

Anúncios

LP Xuxa 5 e fita cassete Lua de Cristal (1990)

Geralmente as pessoas amam ou odeiam a Xuxa. Não tem meio-termo… ou é a rainha dos baixinhos ou a aproveitadora ex-do Pelé… ou é a fascinante apresentadora infantil ou a alienante “deseducadora” de crianças…

Não entro nesse mérito, mas uma coisa não há como negar: a moça era um sucesso comercial absurdo! Especialmente entre 1986 e 1992. Era quase impossível um baixinho escapar da loira.

Muitas crianças (especialmente meninas) devem ter colecionado o disco Xuxa 1, Xuxa 2, Xuxa, 3, Xuxa 4, Xuxa 5, Xuxa 6, Xuxa 7, etc, etc, etc… O filme Lua de Cristal também foi um sucesso de bilheteria (pelas minhas remotas memórias infantis).

Um “xuxexo” ou uma “xata”?

Publicado em Mônica número 48- Dezembro de 1990- Cr$110,00

Fita de vídeo “Chico Bento, óia a onça” (1990)

Uma excelente opção de entretenimento em 1990: assistir a um desenho animado de uma fita VHS em um videocassetes de 2 ou 4 cabeças. Afinal de contas nossos cruzeiros da poupança estavam bloqueados no Banco Central e ficar em casa de frente para a TV era a opção mais econômica em tempos bicudos.

Talvez o único filme feito pelo Maurício de Sousa estrelado pelo Chico Bento (e com a ótima participação do Zé Lelé!)

Um clássico! Óia, Chico, óia!

Publicado em Mônica número 48- Dezembro de 1990- Cr$110,00

——
Postagem dedicada ao amigo Rodrigo Caetano e seus conteúdos nostálgicos no Blog do Inexistent Man

 

Os Batutinhas (1995)

Os Batutinhas

Um dos melhores programas para se fazer nas férias do verão de 1995!

O filme foi baseado na série “Our Gang” produzida nos Estados Unidos durante as décadas de 1920 e 1930. Tanto  a série quanto o filme fizeram sucesso pois retratam de maneira muito simples e gostosa o universo infantil.

Filme de um tempo em que as aventuras aconteciam nas ruas e cada criança tinha a sua turma “batutinha” (e talvez até um clube) para desfrutar a infância de forma inocente e descomplicada

Cante Alfalfa!

Publicado em Cebolinha número 97- Janeiro de 1995- Preço da edição: R$1,20