Galak (1967)

Galak

Sei que tenho um gravíssimo defeito: para mim todas as guloseimas do passado eram muito mais gostosas que as dos dias atuais. Minha memória infantil sempre me trai nestes momentos.

Adorava comprar um Galak na minha distância infância. Parecia um copo de leite em barra, sei lá… era muito gostoso. Agora não sei se mudou a fórmula, ou temos tantas opções que o Galak é bem do comum, ou não era mesmo tão bom.

Enfim… ninguém iria mesmo protestar nas ruas pela volta dos anos 1980. Resta lamentar!

Publicado em Tio Patinhas número 27- Outubro de 1967- NCr$0,60

Anúncios

Biscoito Passatempo – É divertido comer. (Com toda a certeza!) (1995)

123

Atire o primeiro biscoito aquele que nunca tentou formar seu nome enquanto comia um pacote de Passatempo!!!

(2 biscoitos se você ainda mantém esse hábito apesar da quantidade infinita de anos que se passaram entre a sua infância e essa manhã de domingo!!)
O curioso nessa história de anos vividos é que alguns produtos simplesmente quebram essa barreira do tempo e nos levam de volta àquela época tão gostosa, divertida e colorida chamada infância!!
É exatamente isso que me acontece quando eu abro um pacote de Passatempo ou preparo um copo de groselha Milani!
Num piscar de olhos, lá estou eu de novo com uma bacia de biscoitos na mão, sentando no sofá e assistindo o Pernalonga dizer que deveria ter virado à esquerda em Albuquerque!!!

Delícia de tempos!
Delícia de biscoitos!!!

Publicado em Cascão 228 – R$ 1,00 – Set/95

Picolé Yopa (1980)

Yopa-02

Alguns amigos meus não entendem a minha revolta ao encontrar frases de biscoito da sorte chinês nos palitos de sorvete! “Mais convites para sair, menos convites para reuniões.”
“Não existe caminho certo para a felicidade, mas o atalho é feito de sorvete.”

Fizeram isso para substituir o famigerado “Madeira de Reflorestamento”, com certeza. Mas bom mesmo era tirar “Vale outro picolé Yopa”. Eu nunca ganhei a bicicleta ou o gravador (embora quisesse muito) mas perdi as contas de quantas vezes ganhei outro picolé. Era emocionante! A sensação era de ter ganhado na loteria. Era como se o meu dinheirinho da mesada, ganho a duras custas, estivesse sendo investido em ações e elas tivessem dobrado de valor.

Por isso, queremos novamente “a verdadeira fábrica de prêmios.” A Yopa virou Nestlé, então temos certeza de que a fábrica está firme e forte.

Afinal, de frases motivacionais, as redes sociais estão cheias….

Publicado em Mônica 119 (Editora Abril), março de 1980 – Cr$ 22,00

Requeijão Nestlé da Turma da Mônica (1997)

Requeijão

Os feriados de fim de ano sempre me provocam momentos de reflexão!

Por exemplo, como era complicado conseguir um copinho desse aqui quando eu era criança (ainda mais desgostando de requeijão do jeito que desgosto.)

Ganhar um novo copo de beber refrigerante era um “true challenge”!

Algumas tarefas precisavam ser completadas!
1- convencer a “velha” que eu tinha mudado (me tornado um verdadeiro apreciador dessa iguaria)
2 – Passar a saborear as minhas três bisnaguinhas do recreio ou do café da tarde recheadas com o delicioso requeijão Nestlé (tudo pra que essa delícia de derivado do leite acabasse mais rápido e eu ganhasse logo meu copo)!!

Aqui entra o resultado da reflexão (ou as ironias e belezas da vida)!

Ainda sou apaixonado por esses copos!
O que mudou são as tarefas para alcançar o meu prêmio!
1- transferir todo o conteúdo do copo para outro recipiente com tampa e acondicionar corretamente na geladeira.
2 – Chamar um amigo viciado em requeijão para o café da tarde todos os dias por duas semanas!!!

Viram só?!?!
Nem tudo são pedras no processo de amadurecimento do ser humano!!

Publicado em Magali 209 – R$ 1,30 – Jun/97

Neston (1972)

20140614_160702

A melhor parte de “trabalhar” no Propagandas são as lembranças que acabo revivendo e que nem sabia que ainda as tinha!

O conto desse domingo é sobre futebol.

Aula de educação física na época do colégio era sempre a mesma coisa! Eu era sempre um dos últimos a ser escolhido para os times de futebol. Eu corria bastante, mas não conseguia desenvolver meu talento futebolístico porque meus coleguinhas simplesmente não me passavam a bola!
Tudo iria mudar (ou quase) num torneio entre classes que aconteceu na 8º série!! Com um pouco de confiança e muito saco cheio dessa situação resolvi que não seria mais o último a ser escolhido!! Me reuni com meus colegas últimos, penúltimos e similares e resolvemos montar um time! Poderíamos não ir muito além dos primeiros jogos, mas não passaríamos mais pelo embaraçoso processo de seleção/ exclusão!
A partir daí já fomos batizados de OS PERDEDORES!

Talvez vocês não acreditem, mas esse time acabou chegando às quartas de final do torneio!
Uma mistura de muita sorte, um juiz extremamente parcial e algumas bicudas nos levaram até esse glorioso momento!
E assim teve início a minha meteórica carreira nos “futis” de fim de tarde!!

Moral da história?!?! (Afinal, todo bom conto sempre tem um ensinamento.)

1 – Se estiver com dúvida sobre o que fazer ponha a bola pra frente, faça uma cara de louco e dê uma bela de uma bicuda!! Isso vale pra qualquer situação.

2 – Dois copos cheios de vitamina batida com Neston era o segredo para o meu alto desempenho!

Publicado em O Pato Donald 1084 – Cr$ 0,70 – Ago/72

Chokito (1982)

cho 

Leite condensado, caramelizado, com flocos crocantes…
Dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial…
Eu quero ver pipoca pular! Pipoca com guaraná!!!
O elefante é fã de Parmalat! O porco cor de rosa e o macaco também são… “Tomô?!”
… bala de leite Kids!!! A melhor bala que há!!!
E é assim que um produto deixa a prateleira e entra nos nossos corações!!!

Publicado em Zé Carioca 1593 – Cr$ 50 – /82

Prestígio (1971)

Pres

Como será que inventam um chocolate?!

Será que o inventor simplesmente grita “EUREKA” e tudo se resolve?!
Será que o inventor simplesmente sonha com os ingredientes?!
Será que o inventor é preso num calabouço e só é solto diante da seguinte condição = Inventar o chocolate predileto do Seu João?!!?
P.S = Seu João igual meu pai!!

Publicado em Pato Donald 1016 – Cr$ 0,50 – Abr/71