Mini-Fórmula 1 Ping Pong (1986)

pingpong
Mini-Fórmula 1 Ping Pong (1986)

A primeira vez que eu vi essa propaganda na infância foi num gibi usado. Meus olhos brilharam e eu fiquei incrédulo, admirando a imagem por horas.

Quer dizer que uma criança como eu poderia ter um carro de verdade movido à gasolina? Esse era o meu sonho mais louco! Mais do que ganhar o Master System! Não iria querer mais nada se eu tivesse um carro desses.

A alegria sumiu em instantes quando eu vi o período de validade da promoção…. 15/11/1986. Acredito que era o ano de 1989 quando eu vi essa propaganda. Em 1986 eu tinha meros 5 aninhos.

Bem, confesso que depois disso fiquei esperando outra promoção semelhante. Hellooo, Ping-Pong. Já estamos em 2016, e cadê meu mini-fórmula 1? Tenho milhares de embalagens de chiclete e algumas obturações nos dentes até hoje. Acho que estou mais que credenciado para ganhar isso aí, não?

Propaganda fornecida pelo nosso leitor Fabiano Carapuça
Publicado em Margarida 03 – Ed. Abril – Agosto/1986 – Cz$ 4,50

Anúncios

Zaps – Os tazos do Ping Pong (1998)

zaps

Quem veio primeiro?!
O ovo ou a galinha?!
A casa dos artistas ou o BBB?!
Os tazos ou os Zaps?!

Não tenho “causos” ou histórias sobre tazos/Zaps!
Por alguma razão não sofri dessa febre!!
O motivo?
Sinceramente, não me lembro!
Trabalho com duas hipóteses para explicar esse fenômeno:
1 – Fui abduzido e devolvido meses depois da moda Zaps/Tazos!
2 – Já tinha descoberto o maravilhoso mundo do sexo oposto e não pegava bem ser flagrado com um bolo de Master Tazos/Zaps na mão!

P.S = Esclarecimentos importantes sobre o item 2:
De forma alguma, a hipótese nº 2 cogita que EU seria um representante do modelo Don Juan/ Casanova de ser na época do colégio!
O item 2 apenas comprova e fortalece a tese que o meu caráter foi fortalecido desde cedo diante de tantas negativas recebidas dos alvos de meu interesse/paixonites agudas!
Negativas essas transmitidas das mais diversas (e traumáticas) formas. Uma das mais atípicas que me lembro foi um “SEM CHANCE” gritado do outro lado da rua!!
Anotem aí, amiguinhos!
Meninas são malvadas!! (Nota mental = Possível nome p/ um filme.)

Tem alguém aí disposto a apostar alguns Zaps contra alguns Master Tazos?!

Publicado em Chico Bento 304 – R$ 1,40 – Set/98

Ping Pong – Almanaque Aquafix (1982)

Image

Alguns artefatos do passado que realmente deixaram saudades foram os álbuns e figurinhas do Ping Pong!
Tudo conspirava pra você poder colecionar!
Acompanhem a mecânica!
Sua mãe dizia:
Vai comprar pão!!!
Aí você ia.
Chegando lá a caixa nunca tinha troco.
Daí você recebia alguns chicletes para fechar a conta.
Você mascava o chiclete, guardava a figurinha e juntava cinco embalagens pra trocar por um álbum (via caixa postal) e pronto!!!

O único ponto negativo é que não dava pra bater esse tipo de figurinhas!
(Quem viveu e viu sabe do que estou falando!)

P.S: #partiupadariasemtroco

Publicado em Heróis da TV 37 – Cr$ 130,00 – Julho/82

Ping Pong – O Corcunda de Notre Dame (1996)

Image

Essa aqui era daquela época em que você torcia pra moça da padaria te dar o troco em chicletes!
Afinal, o que se podia fazer se ela não tivesse troco?!?!
Levar mais pães pra casa?!!?
Este aqui também é um típico anúncio de chicletes dos anos 90!
Além de anunciar um novo sabor escalafobético (Gostaram dessa gíria?! Tô tentando trazer ela de volta!!), também fornecia alguns exemplos de como seriam as figurinhas e lá no finalzinho dele está lá a clássica instrução = Junte 5 embalagens para ganhar um álbum e mande para a Caixa Postal…

Eu não me lembro se cheguei a me arriscar com esse Ping Pong Manga, mas eu juro que faria isso pra essas promoções voltarem!!

Publicado em O Homem Aranha 158 – R$ 2,20 – Ago/96

Ping Pong Toy Story (1996)

Image

Tava aqui tentando puxar pela memória qual produto ainda se utiliza dessa prática dos brindes bacanas pra presentear/conquistar/fidelizar (ou qualquer outro sinônimo) seus consumidores.
Estou falando de brindes de verdade, não da compra casada praticada por alguma cadeias de fast food.

O chicle Ping Pong sempre fez isso muito bem (e também sempre foi minha opção de goma de mascar predileta!)
Creio que eles me fisgaram com o álbum do Pantanal.
Logo em seguinda veio álbum da Amazônia.
Depois veio o do Fundo do Mar e jamais me esquecerei do álbum do Rei Leão!!

Como era bom receber chicletes Ping Pong no lugar do troco!!

Publicado em Super Homem 144 – R$ 2,10 – Jun 96

Super Heróis Ping Pong (1979)

Super Heróis Ping Pong

Devia ser muito dura a vida dos super heróis em meados dos anos 1970 e início dos anos 1980. Eles tinham que vender desde margarina até chiclete.

Se bobear nas horas vagas nossos heróis anunciavam até cigarros…

Publicado em Capitão América número 3- Agosto de 1979 (mais um trabalho do Super Péricles)

Ping Pong (1982)

Ping Pong Fórmula 1

Ping Pong e Ploc são figurinhas frequentes em nosso blog.

As crianças foram incentivadas por décadas a mascarem esses chicletes que, de acordo com as mães, “estragam seus dentes, moleque!”

Nesse meio tempo, incríveis figurinhas das mais diversas coleções já passaram por suas embalagens, tornando a sensação de abrir um chiclete muito melhor do que abrir uma bala da qual sabíamos que não havia nada dentro a não ser a própria bala.

Engana-se quem pensa que essa coleção foi embalada pelo sucesso de Ayrton Senna. Nosso maior piloto da F1 nem sequer havia começado a disputá-la; ele estava em outras modalidades nesse ano de 1982.

Só fiquei curioso quanto as tais “lindas garotas” prometidas no anúncio. Não se trata da tal “Angelina” que aparece aí, né?

Publicado em Cascão 01 – Ed. Abril – Ago/82 – Cr$ 70,00