Ploc Tribo 70 (1970)

Ploc Tribo 70 (1970)

A década de 70 começava com tudo com o Chicle de Bola Ploc na boca da molecada.
Foi uma onda marcante essa de tatuar o braço com as figurinhas de chiclete dos times de futebol.
Eu tinha só 5 anos e meus irmãos mais velhos é que me marcavam com essas tatuagens e lembro que minha mãe fazia esfregar no tanque com a bucha para sair depois que elas começavam a borrar…
Bons tempos… esses em que a gente brincava na rua, e depois ficava tão cansado e com fome que chegava no quintal de casa, lavava os pés no tanque e entrava para tomar café da tarde com a mãe.
Nessa hq/propaganda tem esse indiozinho da Ploc que ficou muito conhecido na época. Sempre aparecia nas propagandas… lembrando o Havita da Disney.
Muita coisa legal para recordar dessa época, como as intermináveis brincadeiras de Forte-Apache da Gulliver onde gente passava longas tardes deitado no chão brincando com índios e soldados do velho-oeste.
Fala a verdade… deu saudades, não deu?

Publicado em  O Pato Donald nº 968 de 26/05/1970 Cr$ 0,40

Ploc Pato Donald (1991)

Ploc Pato Donald

Propaganda de um tempo em que chique de bola de respeito tinha que vir com figurinha ou “tatuagem”.

O anúncio também tinha que ter a imagem de um moleque fazendo uma bola gigante daquelas que é preciso mascar 14 chicletes ao mesmo tempo e depois grudava em todo o rosto quando estourava.

Bolas de chiclete gigantes e figurinhas com tatuagens. Ah… bons tempos!

Publicado em Urtigão número 114- Setembro de 1991- Preço da edição Cr$250,00

Ploc Horteluva, Tutilanja e Morancaxi (1995)

Alguém se lembra do Ploc 2 sabores em 1? Vocês separavam os sabores ou mascavam eles juntos?

Na minha opinião o melhor era o Tutilanja e o pior o Horteluva.

Parabéns ao Trident pelo domínio do mercado de chicletes, mas é uma pena que não tenhamos mais produtos como o Ploc e o Ping Pong.

Gibi Chico Bento número 219
Junho de 1995- Preço da edição: R$ 1,00