Playmobil medieval (1977)

Playmobil medieval (1977)
Playmobil medieval (1977)

Morri com esse anúncio. Eu e o meu irmão tínhamos  o rei, a rainha, a donzela e o arqueiro. Lembro tão bem das coroas, que encaixavam perfeitamente no cabelo do Playmobil – um clássico. Eram prateadas, mas depois de tanto brincar perdiam a camada de tinta e exibiam o plástico verde por baixo. O baú da donzela abria e fechava, lá a gente guardava as taças. A cestinha de palha era muito legal também, o fundo era encaixado (eu adorava desmontar qualquer peça que permitisse, incluindo separar as ‘perucas’). E seguindo a a lógica do vestido das mulheres Playmobil, que tem um caimento perfeito, os tecidos das capas da realeza e do chapéu da donzela tinham um movimento plasticamente congelado para a eternidade. Muito bom!

Publicado em Pelezinho número 3 – outubro 1977 – Preço da edição Cr$ 6,00

———

Texto:

A turma está aumentando

O seu novo amiguinho Playmobil é o Rei, a Rainha, a donzela, o arauto, o caçador e o arqueiro.

Playmobil System Trol, seu novo amiguinho.

Colaboração: www.playvender.blogspot.com

 

Anúncios

Playmobil Trol (1977)

Playmobil Trol (1977)
Playmobil Trol (1977)

O texto do anúncio está correto, com playmobil “a brincadeira não acaba mais”. Eu e meu irmão passávamos horas, tardes, brincando de Playmobil. Acho que a gente só parava na hora de jantar, porque minha mãe cansava de chamar. Nossa brincadeira favorita era de “guerra”. A gente dividiamos tudo o que tínhamos, colocávamos em cima de uma prancha de futebol de botão e a linha do campo era a divisória entre os dois povos. Pegávamos miolo de pão e enrolávamos bolinhas para fazer munição e atirávamos de um lado para o outro. Muito bom, só com Playmobil mesmo, Lego não servia pra isso – e, bom, também a gente tinha crescido!

Publicado em Mônica número 82 – fevereiro 1977 – Preço da edição Cr$ 5,00

———

Texto:

Genial! O caminhão polícia playmobil mais o basculante e o dos construtores são diferentes de tudo o que você já viu. E as motocas são uma parada. Este é o famoso fort union para você brincar com a cavalaria e os índios playmobil. Com imaginação e playmobil a brincadeira não acaba mais. Aí está a casa do oeste. Tem também a delegacia e o armazém. Com a cidade playmobil, o xerife, a mocinha e a turma do barulho, você cria e vive estórias maravilhosas. Playmobil, o brinquedo que faltava.

Colaboração: www.playvender.blogspot.com

Bola Rivelino Trol (1970)

bola rivelino trol

Propaganda de um tempo em que o Chaves, o Quico e as crianças nos terrenos baldios diziam: “Eu quero ser o Luís Pereira (ou o Rivelino)”.

Quanto será que a Trol pagou para o Rivelino por esse anúncio e o uso da imagem dele? Imagino que tenha sido valores próximos aos ganhos atualmente por Neymar, Lucas e companhia?

E será também que algum dia os jogadores voltarão a usar bigode? O último que me lembro foi o Valdir (Bigode). O futebol já não é mais o mesmo…

Publicado em Mickey – Fevereiro de 1970- NCr$0,80

Bonecos do Mauricio de “Souza” – Trol (1969)

Bonecos do Mauricio de "Souza" - Trol

Acreditem, houve um tempo em que o papai da Turma de Mônica o genial Mauricio não era tão conhecido, e seus personagens ainda estavam “engatinhando” no conhecimento popular. Nessa propaganda que estamos mostrando o nome está errado e colocaram “Souza” no lugar de “Sousa”…
As propagandas tiveram uma forte influência em tornar conhecida a Turma da Mônica, pois no começo parece que  eram os produtos que agregavam valor aos personagens, como no caso da Cica e os derivados de tomate tornando o Jotalhão e a Mônica mais famosos.

Você pode perceber que  começam mostrando a Mônica e o Jotalhão no alto (eram os personagens mais conhecidos do Mauricio por causa das propagandas da época) e depois praticamente “apresentam” os demais personagens. Os gibis da turma ainda nem estavam nas bancas, sairiam a partir de 1970 pela Editora Abril, e nessa época tinham apenas algumas publicações do Mauricio, aqui e ali, coisa pouca.

Hoje os personagens e os produtos formam grandes parcerias e são na verdade um negócio de grande lucratividade.
Mas, nada se compara à ingenuidade dos tempos antigos como vemos nessa propaganda da “Trol”… (imagina errar o nome do autor).
Bem que eu gostaria de ter tido esses bonequinhos de plástico da Turma da Mônica, mas não tive acesso a nenhum deles na época…
Espero que tenham curtido… e para alguns, que tenham relembrado bons momentos da infância…

Gibi do Pato Donald nº 942 de 25/11/1969 – NCr$ 0,40